26 de jun de 2005

Eu querendo ser Diego Rivera

Hoje eu acordei arretada!
Dei uma golada forte na fluoxetina, catei um pote com giz de cera , fui lá pro quintal e escrevi um poema de Cecília Meireles na parede, com direito à ilustração e tudo.
Agora vocês vão me dar licença, porque vou encher um xicrão de café e sentar lá no solzinho pra ficar admirando.
Bom domingo pra vocês!
:-)
|