24 de mai de 2005

Sangue novo à old fashion way

Faz tempo que eu não comento sobre música aqui né...
Mas o que você faria se de repente fosse surpreendido por um som com jeitão antigo, mas absolutamente novo,temperado com generosas colheradas de tudo aquilo que você mais curte?
Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo quando tomei conhecimento da banda carioca(vão à merda, não é bairrismo coisa nenhuma!)Jess Saes.
Soa como Pink Floyd( nos áureos tempos, faço questão de dizer), Mutantes, Fripp( King Crimson!)... e ainda assim consegue ser diferente de tudo o q eu já ouvi.
Com o CD "Deus está vivo e num cubo de açúcar", a velha e boa, e porque não dizer, imbatível sonoridade dos golden seventies ressurge turbinadíssima do sangue novo dos rapazes do Jess Saes. Desconstruída, reinventada e com muito, mas muito mesmo rock da melhor qualidade.
Também achei o nome intrigante, tanto da banda quanto do álbum, mas, boa fuçadora do google que sou, descobri que "O título remete ao filme Busca Alucinada (Psych-Out, 1968), de Richard Rush, em que uma menina recebe um cartão postal do irmão dizendo que "God is alive and well and living in a sugar cube". Do mesmo filme, aliás, vem o nome da banda: lê-se Jess Saes em um bilhete semidestruído."
Sacou? Não?
Então dá uma sapeada no site deles já linkado lá em cima e confira algumas canções enquanto
a banda não chega aqui em sampa pra lançar este novo trabalho.
Não quero influenciar ninguém, mas eu adorei "Palavras Azuis".
Mas tão aqui ainda... vão lá ver!!!

Beijos ( hoje lisérgicos)
:-)
|