9 de dez de 2004

Como diria Lennon: " Just like starting over"...

Pois é... Clichê amplamente usado quando não se tem, ou não se sabe o que dizer, ou ainda quando não se quer passar sem dizer nada.
Não é o meu caso, aqui é só pra quebrar o gelo e o jejum; já tava mesmo morrendo de fome.
Há mais ou menos uma ano eu era convidada pelo Danilo, que conheci batendo-boca no blog do Tas, pra escrever um texto pro blog dele, o Quizumba. Esse texto rendeu outros convites, daí a parceria e por fim, como é do conhecimento de todos, passei a escrever sozinha, vez por outra com auxílios luxuosos do meu irmão Felipe e da minha querida Marina .
Eu amei profundamente escrever esse tempo no Quizumba e me dá uma certa tristeza pensar em não fazê-lo.
Me expus de cara limpa, peito aberto, escancarei minha alma, alegrias e angústias , mas ...Era como morar numa casa emprestada: você é bem acolhido, bem instalado, mas tem receio de meter um prego na parede ou mudar a cor da fachada, porque, afinal de contas, apesar de tudo o dono não é você.
E eu fui muito bem recebida. Conquistei leitores, me senti acolhida. Fiz amigos queridos, me senti amada. Recebi visita de gente que eu sempre admirei e que jamais sonharia ver tais pessoas comentar sobre o que EU escrevo: prazer inenarrável.
Agora ( e por enquanto)eu tô aqui. Sou Anaconda : enigmática de língua afiada. Bateu, levou. Se não bater eu mesma primeiro.
E pra começar, remetendo ao poetinha, peço a bênção de vocês. A benção, Marcelo Tas(reverência!), a benção, Rosana Hermann(reverência again), a benção Serjones, Amita(_II_), Bobmacjack, Marco Aurelio, Renato K., Madeo, Claudinha, Alê, Lilla , Ariett, Alan , Leo, Kleine, Roger, Bera, Goethe...a todos que eu leio, admiro e que de uma maneira ou de outra sempre me deram força.E principalmente, a benção, Danilo! Sem você nada disso teria acontecido, obrigada por tudo e essa casa também é sua. Venha sempre que quiser.
Senta que lá vem estória e...Aumenta que isso aqui é Rock n' Roll !!!
:-)

|